O despojamento do direito subjectivo